Please wait.
  • Portugueses lá fora: Bernardo Silva volta a levantar a taça de campeão inglês

    Desporto


    Inglaterra

    Fim de semana de resoluções na Premier League, com o Manchester City a sagrar-se campeão pela sexta vez, a segunda consecutiva, ao vencer por 4-1 no estádio do Brighton, em jogo da 34.ª e última jornada.

    O conjunto do internacional português Bernardo Silva, que jogou desde o início, também já havia conquistado a Supertaça inglesa e a Taça da Liga inglesa e ainda pode arrebatar a Taça de Inglaterra, já que jogará a final, face ao Watford.

    Em Anfield Road, o Liverpool ainda chegou a ?sonhar? com o título e esteve virtualmente na liderança, quando o senegalês Sadio Mané inaugurou o marcador, aos 17 minutos, frente ao Wolverhampton, treinado pelo português Nuno Espírito Santo.

    Os internacionais portugueses Rui Patrício, Rúben Neves e João Moutinho, além de Diogo Jota, foram titulares nos ?wolves?, que já tinham assegurado o sétimo posto, o qual poderá dar acesso à Liga Europa da próxima época.

    O Tottenham, o outro finalista da Liga dos Campeões, falhou o terceiro lugar da ?Premier League?, ao empatar 2-2 na receção ao Everton, orientado pelo português Marco Silva, e terminou a prova no quarto posto, com menos um ponto do que o Chelsea, que não saiu de um ?nulo? na visita ao Leicester.

    O Everton, que contou com o internacional português André Gomes a partir dos 65 minutos, terminou a temporada no oitavo lugar, com 54 pontos, menos três do que o Wolverhampton.

    Com o internacional sub-21 Diogo Dalot como titular no lado direito da defesa, os ?red devils? perderam por 2-0 na receção ao já despromovido Cardiff, na sequência do ?bis? de Nathaniel Mendez-Laing, aos 23 e 54 minutos.

    Alemanha

    O Eintracht Frankfurt somou o quarto jogo seguido sem vencer na Liga alemã e caiu para o sexto lugar, ao perder por 2-0 na receção ao Mainz, em jogo da 33.ª e penúltima jornada.

    O avançado português Gonçalo Paciência começou a partida no banco de suplentes do Eintracht, sendo lançado aos 77 minutos para o lugar do sérvio Luka Jovic, jogador emprestados pelo Benfica.

    Itália

    O internacional português Mário Rui deu o triunfo ao Nápoles no terreno do Spal (2-1), enquanto a AS Roma venceu na receção à Juventus por 2-0, na 36.ª e antepenúltima jornada da Liga italiana. Um grande golo de Mário Rui, aos 88 minutos, com um remate potente ao ângulo superior direito da baliza, após uma tabela com um companheiro de equipa, valeu os três pontos aos napolitanos.

    Por seu lado, a Juventus já consagrada campeã, não conseguiu evitar a derrota perto do final da partida, com a formação romana a marcar aos 79 minutos, por Alessandro Florenzi, e aos 90+2 por Edin Dzeko.

    Cristiano Ronaldo, que perdeu pela primeira vez na ?Serie A?, chegou a introduzir a bola na baliza romana, com o resultado em 0-0, isolado a passe do argentino Paulo Dybala, mas partiu em posição irregular e o golo não foi validado.

    O outro internacional português da ?vecchia signora?, João Cancelo, não entrou no ?onze? inicial, mas foi lançado em campo aos 85 minutos, a render Mattia Di Sciglio.

    França

    O Lyon venceu em Marselha por concludente 3-0, na 36.ª jornada e deu passo importante para garantir um lugar de acesso à Liga dos Campeões, a duas rondas do fim. O guarda-redes internacional português Anthony Lopes alinhou pelo Lyon durante os 90 minutos.

    Noutro jogo, o Lille reforçou o segundo lugar, ao vencer na receção ao Bordéus (1-0), treinado pelo português Paulo Sousa. O internacional português José Fonte foi titular e capitaneou a equipa do Lille, enquanto o seu irmão Rui foi lançado em campo aos 69 minutos, a render o autor do golo, Loic Rémy. Quem não chegou a sair do banco foi o internacional sub-21 português Rafael Leão, que foi recentemente convocado pelo selecionador Hélio Sousa para o Mundial de sub-20, a disputar na Polónia, entre 23 de maio e 15 de junho.

    O Mónaco, treinado pelo português Leonardo Jardim, perdeu por 1-0 em casa do Nimes e foi igualado pelo 18.º classificado Caen, que está em posição de ?play-off? de descida. Um golo de Ripart, logo aos nove minutos, foi suficiente para dar a vitória ao oitavo classificado do campeonato, perante uma equipa monegasca que teve os portugueses Adrien Silva, Gelson Martins (saiu aos 89) e Rony Lopes (saiu aos 83) como titulares.

    Espanha

    O Valência recebeu e venceu o Alavés por 3-1, depois de ter estado a perder. Os forasteiros adiantaram-se aos 12 minutos, por Ximo Navarro, mas o conjunto ?ché?, com Gonçalo Guedes no ?onze?, deu a volta, com tentos de Carlos Soler, aos 12, Santi Mina, aos 34, e do francês Kevin Gameiro, aos 68.

    Grécia

    O PAOK conquistou a Taça da Grécia de futebol pelo terceiro ano consecutivo, ao vencer o AEK por 1-0, fazendo assim a ?dobradinha?, depois de já se ter sagrado campeão grego.

    O internacional português Sérgio Oliveira começou o jogo no banco e foi lançado aos 80 minutos, a render Dimitrios Pelkas, enquanto outro português, André Simões, alinhou durante os 90 minutos na equipa do AEK. De fora, ficou outro internacional português e capitão do PAOK, Vieirinha, que se encontra lesionado.

    Ucrânia

    O Shakhtar Donetsk, treinado pelo português Paulo Fonseca, venceu na receção ao Oleksandriya por 2-1, reforçando a liderança da tabela classificativa na fase de apuramento para o campeão da Ucrânia de futebol.

    Fora da Europa

    O Al Nassr, orientado pelo ex-treinador do Benfica Rui Vitória, segurou a liderança do campeonato da Arábia Saudita, ao vencer fora o Al Hazem por 3-0, em encontro da 29.ª e penúltima ronda da prova.

    A uma ronda do final, o Al Nassr manteve um ponto de vantagem sobre o Al Hilal, a ex-equipa de Jorge Jesus, que venceu fora o Al Ettifaq por 1-0, graças a um tento brasileiro Carlos Eduardo, ex-jogador de FC Porto e Estoril Praia, aos 52 minutos.

    Source: SAPO Desporto

    Read all new »

    »back Read all new »